segunda-feira, 29 de dezembro de 2014

Raiva


Fotos da Linha do tempo | via Facebook

Toda a gente tinha razão, inclusive eu nos momentos mais pessimistas. A nossa relação foi sol de pouca dura. A minha extrema felicidade idem. Mas nunca pensei que nem amigos ficássemos. E isso dói, porque passar por ti como se não te conhecesse, como se nunca tivesse estado contigo como estive, como se as conversas que tivemos nunca tivesse existido, é como que uma parte da minha existência, a existência que tinha contigo, se apagasse. E eu não quero apagar isso, eu não quero esquecer-me de nós. Quero esquecer-te mas não esquecer-nos. Não, não és o amor da minha vida, aliás eu nem sequer te amava. Mas gostava de ti, considerava-te meu amigo e a  falta de respeito e a desilusão que me trouxeste é algo imperdoável. Mas eu perdoava... se me tivesses dado hipótese para tal. Tentei falar contigo várias vezes e fugiste da conversa, mandei sinais, olhares e nada da tua parte. Não tenho mais nada a fazer. E, apesar de ter consciência disto tudo, tenho raiva de mim e não de ti. Tenho raiva de mim por continuar a gostar de ti. 

10 comentários:

  1. É mesmo triste quando depois de uma relação acabar não somos capazes de manter a amizade, devia ser possível.. Como te entendo.

    ResponderEliminar
  2. r: aquele passado até é bom de recordar, mas o passado mais recente já não é tanto. mas pronto, coisas da vida xb
    Pois, infelizmente tem tendência para ser sempre assim, o que é uma pena :/

    ResponderEliminar
  3. Com o tempo tudo passa. Basta seguires a tua vida sem ficares agarrada ao passado. Este ano vai correr melhor :)

    ResponderEliminar
  4. R: E se calhar ainda nem conhecias metade dos defeitos dele. Só com muitos anos de vivência é que se vai conhecendo a pessoa. Mas se não deu certo é porque há alguém melhor para ti. Concentra-te em seres feliz contigo própria e em traçares o teu próprio destino. O "teu homem" vai aparecer quando menos esperares ;)

    ResponderEliminar
  5. r: Sabes que muitas vezes nós não nos apaixonamos pela outra pessoa, apaixonamo-nos pelo que nos fazem sentir. Pela necessidade que temos em nos sentir amadas e seguras. E se ele fosse falando contigo se calhar ainda era pior, ias-te agarrar a esse sentimento por muito mais tempo. Mais vale arrancar o mal pela raiz. Mas é normal o que estás a sentir... Força ^^

    ResponderEliminar
  6. Oh Daisy cabeça para cima. Como a Indigo disse. o tempo cura tudo é algo já muito dito mas é mesmo verdade, e deves saber tão bem isso como eu. Dou-te mil forças e estarei por aqui se for preciso algo :( p.s. sou boa ouvinte :p

    ResponderEliminar
  7. r: Nós temos de ser uns para os outros não é ? :D Não tens de agradecer e ainda bem que confias nas minhas capacidades não te irás arrepender se algum dia desabafares comigo :p

    ResponderEliminar
  8. Óh querida, não te podes sentir assim. Ás vezes gostamos de pessoas que não escolhemos, com amigos é assim afim ao cabo, com um amor também é. As coisas passam, mas fica sempre um carinho especial :)) espero que fiques bem <3

    ResponderEliminar
  9. Espero que tudo se resolva querida.

    ResponderEliminar